Whatsapp

Whatsapp

a

.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

te pego as 8

itao

itabuna pref

Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para prefeito de Ibicaraí?

Julgamento de Bola, acusado de matar Eliza Samudio, começa hoje

Começa nesta segunda-feira, às 9h, no Fórum de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, mais uma importante parte do julgamento do Caso Eliza Samudio. Desta vez quem sentará no banco dos réus será o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, que é acusado de matar, esquartejar e ocultar o corpo da modelo. A principal expectativa do júri, que deve durar pelo menos três dias, está no depoimento de Bola, já que ele pode ou não entregar o local onde estão os restos mortais da vítima, ex-amante do goleiro Bruno. Os dois primeiros julgamentos dos envolvidos no caso surpreenderam. Inicialmente o ex-braço direito de Bruno, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, entregou seu antigo amigo e o colocou na cena do crime. Por fazer uma confissão parcial o réu teve sua pena reduzida e pegou 15 anos de cadeia, 12 em regime fechado, em novembro de 2012. Algo parecido também aconteceu com o goleiro. Quando todos pensavam que havia uma estratégia entre as defesas de Bola e Bruno, o ex-atleta entregou o ex-policial em seu depoimento, no julgamento de março deste ano. Com isso também teve parte de sua pena reduzida e voltou para a penitenciária Nelson Hungria com 22 anos de prisão. Agora a defesa de Bola, comandada por Ércio Quaresma, terá que trabalhar bastante para diminuir a pena do ex-policial, isso porque ele foi inserido por Bruno na cena do crime. (Terra)