Whatsapp

Whatsapp

a

.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

te pego as 8

itao

itabuna pref

Força-tarefa prende mais de 10 integrantes do crime organizado

A quadrilha comandava o crime organizado em Porto Seguro e regiões vizinhas – foto: Radar64A quadrilha comandava o crime organizado em Porto Seguro e regiões vizinhas – foto: Radar64Uma força-tarefa, que envolveu homens das Polícias Civil e Militar prendeu mais de 10 pessoas na manhã de quinta-feira, 06, em Porto Seguro. A ação, batizada de Cruz de Malta, teve como objetive combater o crime organizado.
Drogas, armas e dinheiro foram apreendidos durante a ação– foto: Radar64Drogas, armas e dinheiro foram apreendidos durante a ação– foto: Radar64O bando – três mulheres e oito homens – é acusado de envolvimento com o tráfico de drogas e vários assassinatos ocorridos em Porto Seguro e nos distritos de Arraial d'Ajuda, Trancoso, Vera Cruz e Pindorama. Todos tinham mandado de prisão decretado pela Justiça.
Participaram da operação 70 agentes civis, 19 homens da CIPE-Mata Atlântica e 29 policiais militares do 8º Batalhão, Superintendência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia e Departamento de Narcótico da Bahia (Denarc).
Os presos foram identificados como: Leandro Mendes da Silva (Pitbull), 20 anos; Jamile da Silva de Jesus, 20; Salomão Rodrigues dos Santos; Maricélia Silva de Jesus, 39; Leonardo da Silva, 19; Carlos Magno Santos Oliveira, 21; José Taglison Moura Taler, 19; Adilson Santos Moreira, 42; Luane Silva de Jesus, 18; Ronielson Monteiro de Alcântara (Roni), 24, e Madson de Almeida Vaz (Malagueta), de 21.
“O crime organizado sofreu um duro golpe”, disse o delegado Moisés Damasceno– foto: Radar64“O crime organizado sofreu um duro golpe”, disse o delegado Moisés Damasceno– foto: Radar64Além da prisão, a polícia apreendeu quase R$ 20 mil em dinheiro, seis armas de fogo, drogas, balanças de precisão, cinco carros e três motos. Para o delegado Moisés Damasceno, diretor do Depin (Departamento de Polícia do Interior), o crime organizado sofreu um duro golpe, após essas prisões.
"Temos Leandro, o Pitbull, muito conhecido no meio policial pela prática de crimes em Itabela, Porto Seguro e região, onde traficava e tinha mandado de prisão em aberto. Prendemos ainda Jamile, tida como a gerente financeira do traficante André Márcio, líder de uma facção criminosa em Porto Seguro e Ronielson, vulgo Roni, acusado de tráfico e mais de cinco homicídios em Porto Seguro", pontuou Damasceno, em entrevista ao Radar64.
Segundo o delegado Élvio Brandão, coordenador da 23ª Coorpin, a quadrilha era responsável pela logística, distribuição de drogas e levantamento financeiro. "A gerente financeira do "Buiu", por exemplo, tem uma pequena lan house no Baianão e a mãe dela diz que é doméstica e que encontrou o dinheiro apreendido na areia", informou Brandão.
De acordo com o delegado Delmar Bittencourt, titular da 1ª Delegacia Territorial de Porto Seguro, já foi feita a representação pela prisão preventiva de mais de 50 pessoas. "Cumprimos algumas", ressaltou.